Acessar App StoreAcessar Google Play

Fique por dentro dos apetrechos eficazes para sua vida fitness


Realizar exercícios em casa é uma ótima opção para quem não tem tempo ou quer dar um START ou ainda quer economizar. Porém, é necessário sempre cuidados e procurar uma instrução profissional para que isto aconteça, isto porque você deve realizar o movimento de forma correta, para evitar lesões, e ainda é necessário uma periodização que deve ser feita por um profissional para que você tenha sucesso no seu treino de acordo com o objetivo estipulado.

Dito isto, você pode sim realizar exercícios em casa. Seguem algumas sugestões do que eu tenho em casa e utilizo demais.

Curiosidade | Meia de compressão

Vocês já viram algumas pessoas caminhando ou correndo nas ruas ou na academia com meias bem altas? A impressão que você tem é de estilo e modismo, não é? Mas está enganado, não é só uma tendência, estas meias são as famosas meias de compressão.

Parecem não ter função nenhuma, porém, diferente da meia tradicional, serve de proteção para nossos pés, reduzindo a vibração muscular. Além disto, é livre de algodão na sua composição, reduzindo o aparecimento de bolhas e calos que podem surgir pós-treino pela umidade dentro dos calçados.

Quando praticamos uma corrida ou caminhada com meias normais, a reação comum do exercício é desviar o fluxo sangüíneo para os grupos musculares ativos durante a prática do mesmo. Assim, ocorre a oxigenação dos músculos recrutados para determinada atividade física e “devolução” a corrente sangüínea dos resíduos metabólicos para posterior eliminação.

As meias de compressão trabalham para devolver parte da energia para a musculatura que seria perdida durante os treinamentos, resultando em um menor fadiga muscular precoce.

Porém, ainda trabalhamos em cima de teorias e resultados positivos ditos por atletas.

Teorias das MEIAS DE COMPRESSÃO

1. Melhora do fluxo sanguíneo venoso acelerando o transporte de resíduos metabólitos (como o ácido lático). Assim, o organismo retorna ao estado de equilíbrio mais rápido.

2. Reduz a vibração muscular em contato com o solo, melhorando a propriocepção e posição das fibras musculares, protegendo de lesões.

3. Manutenção da economia de movimento, mantendo o ritmo da corrida e intensidade mais elevada.

4. Na recuperação pós-treino, parece aumentar o fluxo sanguíneo venoso, reduzindo a dor muscular tardia.

Assim, atletas relatam que as meias influenciam:

– Melhorando a performance atlética, mantendo repetida alto desempenho.

– Reduzindo a vibração muscular.

– Reduzindo o risco de lesões.

– Mantendo a temperatura do corpo.

– Reduzindo a acumulação de creatina quinase, que é um indicador do tecido muscular danificado.

– Reduz a dor muscular durante a recuperação pós-treino.

Devemos que lembrar que os estudos ainda não comprovam efetivas melhoras. Observamos a evolução dos resultados em depoimentos de atletas. Além disto, é necessário procurar meias confiáveis e que a compressão no tornozelo seja maior que no joelho.


//Artigos relacionados